Elevar a proposta de valor para os profissionais do turismo

Publituris

Março, 2022

Nós, na neoturis, aceitamos o desafio de “viver a marca Portugal” e contribuir para elevá-la a benchmark não só de igualdade e inclusão, mas também como um lugar de excelência para profissionais do Turismo em Portugal.

“Com a ‘pandemia’ relembrámos a dificuldade que o sector do turismo tem em reter talento. Como afirmou Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, numa recente entrevista, temos que “trabalhar seriamente na retenção dos colaboradores e tornar o setor mais atrativo”. Nada de substancial mudará se não houver uma mudança profunda na experiência de trabalho destes profissionais.
Uma estratégia de Employer Branding impõe-se como solução para esta fuga do sector e assim garantir a sustentabilidade da operação. Ela poderá ampliar a contribuição dos RH para o negócio, tal como o Brand Management transformou a forma de trabalhar do Marketing.
São vários os estudos e business cases que demostram uma correlação direta entre as alterações comportamentais dos colaboradores e uma melhoria da performance financeira da empresa. Para além da poupança no recrutamento, turnover e absentismo, aliado a um aumento das vendas, os benefícios destas mudanças impactam um dos principais fatores de diferenciação no nosso mercado: a excelência do serviço. Esta última depende intimamente do comportamento e postura dos colaboradores e dos mesmos “viverem a marca”.
Sendo o departamento de RH o centro de gestão da estratégia, conquistar e envolver os responsáveis departamentais será essencial para conseguir o seu apoio e aprovação dos recursos e mudanças culturais necessárias. O ideal é serem os próprios CEO´s a reconhecer esta necessidade estratégica e garantir: uma colaboração estreita entre os departamentos de Marketing e RH para que uma comunicação, tanto interna como externa, atinja os mercados alvo; um ativo acompanhamento das métricas que guiam os resultados para colmatar gaps de performance e o desenvolvimento das lideranças cujas decisões e comportamentos terão mais impacto nas componentes que irão moldar o employer brand mix. Não exige necessariamente investimento, apenas alterações na forma de trabalhar.
Seja qual for o momento do ciclo de vida da empresa, a necessidade de alinhamento da cultura com o negócio é inevitável: nova e com rápido crescimento a precisar de captar talento inovador; a internacionalizar-se e a gerir novos contextos; em fusão à procura de um sentido de identidade comum ou em total reinvenção para recuperação de reputação. Cada plano deve corresponder às necessidades e objetivos de cada organização – não há uma receita única e perfeita. “

Teresa Moreira – Publituris, Março de 2022

#hotelaria #turismo #Publituris #Neoturis

Share on facebook
Share on linkedin